9 dicas para quem quer escrever.

Olá humanos! Mais um post singelo para vocês! Dessa vez vamos trazer algumas dicas para aquelas pessoas que estão se arriscando no mundo da escrita, esteja começando agora ou não, esperamos que sejam úteis.

  • Leia bastante.

Boa parte das ideias para nossas próprias histórias tem base em outras coisas que já lemos antes, um detalhezinho que você lê em algum livro pode tomar proporções magníficas na sua mente e de lá surgir uma trama fantástica. Além do mais, ler melhora nosso vocabulário e estimula a criatividade.

  • Peça ajuda.

Não tenha vergonha de ter dúvidas sobre o que escreve, principalmente na gramática. Consulte o google, um amigo, um dicionário ou qualquer outra coisa que possa te dar mais segurança na hora de escrever. O que não dá é para ficar naquela insegurança, pensando se cometeu algum erro, se aquele trecho não ficou legal ou se a história está chata, sem contar que no meio do caminho para solucionar sua dúvida, você pode adquirir outros aprendizados.

  • Descreva o máximo que puder.

Essa vai especialmente para quem escreve histórias. Quanto mais detalhes você dá sobre a cena, personagem, ação ou lugar, mais realista fica e mais o leitor vai imaginar aquilo que você realmente quis colocar no texto. Mas cuidado com o excesso de informações irrelevantes, ele pode tornar a leitura cansativa e tirar o foco do que realmente importa.

  • Evite repetições.

Quem escreve sabe que é quase inevitável repetir palavras como “que”, “para” e “aí” em um só parágrafo ou o nome de um personagem ou até mesmo a ação que ele executa, por isso nós sugerimos o uso de sinônimos (por sinal aqui tem um site ótimo para isso). Não só vão evitar que seu texto fique repetitivo como também vão enriquecer seu vocabulário.

  • Clichê nem sempre é ruim.

“Ela é uma estudante exemplar e romântica, ele é um badboy que não quer nada com ninguém” Quantas vezes já vimos algo assim antes? Pois é, fugir do padrão é a melhor alternativa se você quer se sobressair nesse mundo da escrita, porém, escrever um clichê não torna sua história melhor ou pior do que nenhuma outra, o que faz isso é a forma como você escreve e os diferenciais que ela vai ter das outras. Por exemplo, se você quiser que sua garota romântica se revele uma alienígena sanguinária e o seu badboy uma fada que joga glitter, garanto que será bem inesperado.

  • Mantenha a personalidade dos personagens.

Se seu personagem começou a história sendo frio e calculista, não faz sentido nenhum dois capítulos depois ele estar distribuindo flores e sorrisos por aí, certo? Não estamos dizendo que as pessoas não podem mudar, elas podem, óbvio. Mas essas mudanças tem que ser trabalhadas, explicadas e mostradas na sua história, se você quiser que seu personagem mude o comportamento, faça isso lentamente e faça com que as pessoas acompanhem e sintam essa mudança junto dele e lembre-se: Tem certas coisas que nunca mudam.

  • Pesquise, pesquise e pesquise.

Já leu alguma história que se passa na era medieval e as pessoas tomam sorvete? Isso não é possível, mas sim, algumas pessoas escrevem coisas assim porque simplesmente não pesquisam para saber o que acontecia naquela época. É um conselho para quem quer escrever histórias em outras eras ou que se passem em locais com culturas diferentes, afinal, você não vai dizer que uma pessoa que mora no Alaska sai de casa usando short jeans e chinelos. O mesmo vale para construir personalidades, se você quer colocar um personagem com distúrbios mentais, você precisa saber como ele se comporta, então, tio google tá aí pra isso.

  • Não deixe para escrever amanhã o que você sabe que vai esquecer daqui a pouco.

Sério, não deixe mesmo! Se você estiver na rua e surgir aquela ideia que você sabe que vai abalar as estruturas do planeta, ESCREVA! Escreva no bloco de notas do celular, num guardanapo, na mão, na testa do amigo, não importa, apenas escreva! Porque do mesmo jeito que ela veio, ela pode ir embora, eu te garanto, as ideias não ficam paradas na nossa frente esperando que nós as usemos.

  • As críticas estão ali para te ajudar.

Sempre que alguém vier te dar uma sugestão, apontar algum erro, mostrar um ponto de vista diferente, questionar algum acontecimento, escute e aceite. Não é sempre que as pessoas dispõem seu tempo para te falar algo que vai te fazer melhorar, então não ache ruim se alguém chegar e te disser “olha, sabe isso que você escreveu? Eu acho que poderia ter ficado melhor de tal forma”, porque talvez o ponto de vista de outra pessoa se encaixe melhor que o seu, talvez ela veja algo que você deixou escapar e talvez até te dê novas ideias. Claro que estamos falando de críticas construtivas, as pessoas que forem lá apenas para diminuir seu trabalho e xingar sua escrita sem falar nada de bom ou o que você pode fazer para melhorar só merecem ser ignoradas.

Bom, meu povo, é isso. Esperamos que tenham gostado, caso tenham sentido falta de alguma dica que vocês acham que seria importante estar aqui, deixem um comentário aqui embaixo. Beijos e até o próximo.

Canários Coloridos.

Anúncios

3 comentários em “9 dicas para quem quer escrever.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s